Rua Euclides Goncalves Ferreira, 2001 Casa, Boa Vista, Contenda/PR — CEP: 83725-000

(41) 99963-5572
Notícias

Quiet Quitting: Entenda o que é grande renúncia e veja algumas reflexões sobre ela!

Outro novo fenômeno no local de trabalho está surgindo: “desistência silenciosa”.

A expressão quiet quitting em português significa demissão silenciosa. A terminologia vem sendo utilizada para caracterizar aqueles funcionários que optarem por não ir além de seus empregos de maneiras que incluem recusar-se a responder e-mails durante a noite ou fins de semana, ou pular tarefas extras que estão fora de suas funções principais, está se espalhando, especialmente entre a Geração Z.

No ano passado, a Grande Demissão dominou o ciclo de notícias econômicas. Agora, durante o segundo semestre de 2022, é a tendência de desistência silenciosa que está ganhando força em um momento em que a taxa de produtividade principalmente nos países como os EUA está gerando alguma preocupação.

Você ainda está desempenhando suas funções, mas não está mais se inscrevendo mentalmente na cultura da agitação de que o trabalho deve ser nossa vida. A realidade é que não é, e seu valor como pessoa não é definido pelo seu trabalho.

Nos EUA, a desistência silenciosa também pode ser uma reação à chamada cultura da agitação – a rotina de startups 24 horas por dia, 7 dias por semana, popularizada por figuras como Gary Vaynerchuk e outros. Demitir silenciosamente é um antídoto para a cultura da agitação.

A Grande Demissão, que viu muitos trabalhadores deixarem seus empregos ou mudarem de carreira, ainda pode estar forte – mas outro novo fenômeno no local de trabalho está surgindo: “desistência silenciosa”. O termo ganhou popularidade no TikTok e os vídeos relacionados ao tópico acumularam 354 milhões de visualizações. A desistência silenciosa às vezes pode se referir ao estabelecimento de limites no trabalho ou a não assumir mais trabalho do que o necessário.

Embora a desistência silenciosa tenha recebido uma boa dose de reação desde que se tornou viral, não há uma definição única para o termo. Para alguns, significa não ir além no trabalho. A maioria, no entanto, concorda que isso não significa que você está deixando o emprego. Embora o abandono silencioso possa ajudar a aliviar o esgotamento no curto prazo, não é uma solução de longo prazo. E encontramos uma luz amarela acessa no modelo tradicional de trabalho.

Algumas sugestões para refletir sobre o tema:

1. Seja eficiente

Alcançar um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal é importante, mas você ainda precisa permanecer engajado no trabalho.

Se você vai adotar algum nível de ‘desistência silenciosa’, então as horas que são gastas em seu trabalho devem ser maximizadas e eficientes. Dessa forma, você continuará crescendo e desenvolvendo as habilidades oferecidas por outras pessoas que têm mais experiência e conhecimento, além de explorar sua criatividade e paixões que podem lhe trazer mais felicidade.

Você tem que ser quem [sua empresa] contratou, mas seja quem eles contrataram pelas horas que você é pago para estar lá. Isso não significa ser um personagem e sim, criar delimitações claras para todos.

2. Assuma a propriedade

As pessoas que desistem silenciosamente se tornam “amargas e ressentidas” com seus empregadores, usando isso como uma maneira de se vingar da empresa. No entanto, a desistência silenciosa decorre de “um estado de dor” como resultado de ser sobrecarregado e subestimado. Ninguém gosta de ser assim. Isso não é uma condição humana em que essas pessoas querem estar. Mesmo assim, desistir silenciosamente não será sustentável a longo prazo, pois não dá um sentido maior de valorização no trabalho.

Os funcionários devem se apropriar de seu próprio crescimento e descobrir por que se sentem esgotados ou por que precisam recorrer à demissão silenciosa. A comunicação é um processo. Não é um jogo final.

3. Fale com o seu gestor, não nas redes sociais

Embora alguns trabalhadores tenham usado as mídias sociais para expressar porque estão desistindo silenciosamente, os especialistas do local de trabalho aconselham que eles conversem com seus chefes.

O que é realmente assustador sobre [o fenômeno da desistência silenciosa] é que as pessoas que estão no trabalho não sabem disso e as pessoas que não estão no trabalho sabem disso. Se você nunca tiver essas conversas e apenas verificar silenciosamente, a agulha nunca se moverá. Se você se sente desvalorizado no trabalho, o psicólogo do local de trabalho Baumgartner recomenda conversar com seu chefe sobre isso também, mesmo que seja uma conversa desconfortável.

Você poderia dizer: ’Eu não tenho a sensação de que estou fazendo um bom trabalho que estou entregando o que você quer. Então, quando isso acontecer, você pode me avisar.’ Ao dar feedback, também é importante “ser realmente específico”.

Nós, como seres humanos, temos essa tendência de esperar que as pessoas entendam como nos sentimos ou o que exatamente precisamos. Anote duas coisas que, se acontecessem, melhorariam sua experiência de esgotamento ou falta de propósito e diga ao seu gerente essas coisas.

4. Os líderes também desempenham um papel

Ao lidar com desistentes silenciosos e esgotamento entre os funcionários, a gerência também tem uma responsabilidade. Os líderes corporativos não apenas precisam ser bons ouvintes ao receber feedback, mas também devem ser bons ouvintes.

Eles precisam adotar uma abordagem totalmente humana para suas políticas de local de trabalho e precisam reconhecer o fato de que o local de trabalho nunca será o mesmo de antes da pandemia. As pessoas mudaram. O local de trabalho precisa se atualizar.

O papel dos líderes é perguntar aos funcionários o que não está funcionando para eles se estiverem desengajados, em vez de “fazer suposições” ou “entrar com mão de ferro”. A demissão silenciosa é, acima de tudo, um pedido de ajuda. O importante, então, é que, principalmente os líderes, prestem atenção ao feedback e tomem medidas significativas, sobretudo com acompanhamento a longo prazo,

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Artigos
  • Melhores

Agenda Tributária

Período: Fevereiro/2023
D S T Q Q S S
   01020304
05060708091011
12131415161718
19202122232425
262728

Cotação Dólar